O meu, o seu, o nosso Maio Amarelo




As pessoas me perguntam o que eu faço e hoje quando eu respondo que tenho uma marca (belatransitando) que só fala de trânsito e trabalho produzindo conteúdo sobre trânsito, a primeira reação das pessoas e o impacto sempre é de surpresa, as pessoas me perguntam qual a graça que eu vejo em falar de trânsito, eu digo que eu vejo muito sentido em pensar a vida pela perspectiva de como ocorre o movimento das coisas, de como você percorre determinado caminho, como as pessoas se planejam para passar o dia e tudo sobre comportamento.


Eu entendo essa reação, pois o trânsito é algo sempre relação a acidentes trágicos, falta de responsabilidade e corrupção e o meu objetivo é mostrar que pequenos atos são atitudes que contribuem para um trânsito melhor ou não, escrevo sobre as minhas experiências, sobre as minhas observações diárias, sobre leis e regras que compõe o sistema trânsito (eu gosto de legislação, não me julgue, viu?), sobre os meus macetes (que são muitos) para enfrentar a rotina de viver um centro urbano e percorrer longas distâncias todo santo dia, juntando tudo isso nasceu “belatransitando”, eu sempre fui muito curiosa e uma forrest gump (contadora de história) coloquei tudo isso no liquidificador temperei com música e filmes que são minhas inspirações, bati e deu belatransitando.


Falar de trânsito é algo simples pra mim, as pessoas que ao meu redor já sabem que eu acordo no meio da madrugada com uma ideia na cabeça e tenho que falar e anotar na hora e que aquilo vai render um texto, uma postagem, uma palestra ou qualquer coisa parecida, minha inspiração vem de quando eu tenho raiva ou quando eu passo por alguma situação muito inesperada, quando você me encontrar em algum lugar no celular não é conversando não, viu? E sim é escrevendo, escrevo tudo no email e mando para mim e na hora que vem a ideia eu preciso passar pro papel, eu na rua quase não uso o celular pra conversar, pois se eu estiver na rua a minha atenção será voltada totalmente para o local, entendeu como fica fácil falar de trânsito?


E quando você tem um mês voltado para esse tema?(escutou os rojões?), mas falando sério, o movimento do maio amarelo foi uma das minhas inspirações para constituir a minha marca, um movimento que visa reduzir o número de vítimas de acidentes de trânsito ao chamar atenção da sociedade para alto índice de mortes e feridos nesse contexto no mundo todo. Um baita movimento, né?


Então vamos para algumas dicas sobre segurança no trânsito que devem ser seguidas o ano todo!

  1. Todos os ocupantes do veículo, adultos e crianças, devem usar o cinto de segurança, inclusive no banco traseiro. Você começando a fazer isso todos os dias o cinto de segurança se torna o seu melhor amigo e será a primeira coisa que você vai procurar no carro ao entrar, comigo acontece assim.

  2. Crianças de até 7 anos e meio nos carros devem usar os equipamentos de proteção adequados a idade (bebê conforto, cadeirinhas ou assento de elevação), se tiver algum ser pequeno no carro, por favor garanta a segurança desse ser e use todo que for necessário, seja prudente.

  3. Pedestre deve sempre ser respeitado. Lembre-se: Você também é pedestre. Dê passagem à vida! Preciso falar alguma coisa?

  4. Dirigir embriagado reduz em até 25% o tempo de reação, aumentando o risco de acidentes. Se beber, vá de ônibus, táxi ou carona. Preserve sua vida, se pretende beber se programe para voltar sem ser conduzindo o seu veículo.

  5. Bicicleta também é veículo, portanto deve respeitar a sinalização de trânsito. Motorista, mantenha uma distância segura de 1,5m ao ultrapassar ciclistas. É um veículo menor que merece ser respeitado no trânsito também.

  6. Respeite os limites de velocidade. Reduza a velocidade em frente a escolas ou lugares de grande concentração de pedestres. No trânsito o maior cuida do menor e proporcionalmente o carro é maior do que o pedestre.

  7. Motociclista use sempre os equipamentos de proteção: Capacete, luvas, botas e jaqueta. Um veículo com duas rodas expõe mais o seu condutor em relação aos veículos com mais rodas, sendo assim, existe uma exigência de maior proteção do corpo para conduzir melhor e com segurança uma motociclista.

  8. Respeite as vagas reservadas para idosos e deficientes. A gentileza melhora a convivência no trânsito. As vagas reservadas para idosos e deficientes já são tão poucas e ainda tem gente que as utiliza indevidamente, não faça isso, não é legal.

  9. Não use o celular enquanto dirige. A distração é um dos principais fatores de risco para quem está ao volante. O celular é um dos maiores causadores de acidentes, evite usa-lo se você vai dirigir, reserve o momento da direção só para isso.

  10. Dirigir cansado ou com sono é tão perigoso quanto dirigir alcoolizado. Pare e descanse antes de pegar a estrada. Com sono nada sai direito, o corpo não responde, a mente desliga automaticamente e a melhor opção é descansar se realmente for dirigir.


Siga essas regrinhas, seja cidadão, faça por você e pelo outro, compartilhe o maio amarelo e não só em maio seja uma pessoa prudente no trânsito o ano todo, NÓS SOMOS O TRÂNSITO e devemos ser a mudança que queremos no mundo.


Dica de filme:


Maio amarelo 2018






Textos em destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts recentes