Hipocondríaca? Eu? Nunca!!!!




Eu nunca fui de tomar muito remédio, no entanto em 2007 somatizei e acabei tendo o diagnóstico de uma doença que tem um nome lindo *Púrpura trombocitopênica imunológica  que é uma doença autoimune que se caracteriza pela destruição das plaquetas, células produzida na medula óssea e ligada ao processo de coagulação inicial do sangue.


E minha vida se dividiu antes e depois da minha púrpura, durante o tratamento tomei tanto remédio que hoje sei descrever as possíveis reações de quase todos. E o que isso tem haver com trânsito? E respondo que tudo! Afinal, quando tive o diagnóstico da púrpura toda a minha mobilidade, foi reduzida, passei alguns meses sem sair de casa, para a medicação fazer efeito e fez, minhas plaquetas subiram e tudo está controlado até hoje. Mas como tudo na vida tem o seu lado bom e seu lado ruim, eu tive vários efeitos colaterais e é desses efeitos que quero falar contigo e também quais são as medicações que causam várias alterações no organismo e podem impedir que você consiga se locomover como deseja.


Eu não sou formada em farmácia e nem especialista em farmacologia, mas sei na prática como os principais medicamentos funcionam no organismo até porque em seis meses tomei de corticoide (superdose) até remédio tarja preta, por causa dos benditos efeitos colaterais. Foi coisa seria mesmo. Minha imunidade ficou ótima, linda de verdade, só que: engordei 17kilos,cabelo caiu, não podia usar cosméticos e até minha pressão ocular baixou.


Agora você acredita que começo de remédio? E também não posso esquecer que durante toda a minha vidinha em Salvador trabalhei com médicos e ouvi muitos relatos de questões sobre a percepção alterada e efeitos colaterais comprovados por pesquisas que são contraindicados tanto para quem vai conduzir um veículo ou simplesmente para quem pretende fazer uma caminhada.

Vou listar aqui algumas categorias de medicamentos que alteram a percepção, o tempo de reação e contém efeitos colaterais, pelos menos em mim e na maioria das pessoas, não esquecendo que cada pessoa tem o funcionamento do organismo que reage de uma maneira de acordo com várias questões fisiológicas, genéticas e até emocionais.


Antigripal: Você tem alguma das “ites” que te leva a espirrar loucamente quando sente algum cheio estranho, quando muda o clima ou quando toma gelado? E a primeira coisa que você faz e tomar logo aquele remédio que contém três camadas de descongestionante, vitamina c e a última que te faz cochilar como um neném onde tiver!? E claro que para evitar ficar espirrando feito um cachorro, você toma onde tiver! Acertei? Querido leitor, te informo que o indicado é tomar essa medicação e em casa e correr para cama, pois você pode até atingir seu objetivo que é aliviar os sintomas, mas só aliviou, não fez o efeito correto que seria melhor se você se deitasse e tirasse aquele belo cochilinho, em linhas gerais, só faz efeito se desligar mesmo. Se eu tomar um antigripal na rua em dois minutos eu você poderá me encontrar encostada em alguma pilastra cochilando ou segurando o sono. Agora te pergunto, você confia numa pessoa que tomou uma medicação dessas para te levar em casa? Eu não!


Relaxante muscular, calmante, remédio para alergias e para dormir, todos possuem um feito colateral em comum que é: baixar atenção corporal, o que é isso? Trocando em miúdos, dar um baita sono! Desliga tudo! Quer sair de casa zumbi? Ai você me pergunta: Bela, se eu precisar tomar algum desses na rua ou tiver que sair o que eu faço?


Se você sabe o que pode acontecer evite dirigir, se puder leve uma pessoa contigo, se tiver vacina tome (a de gripe serviu pra mim), procure um especialista não tome medicação sem indicação médica, lembre-se que é uma droga licita e vicia o organismo, viu? Você pode também tomar alguma medicação natural que podem resolver os sintomas e não alterar a sua percepção, entendeu? Um suco natural resolve várias coisas.


Eu preciso citar diuréticos? Acredito que os efeitos são claros,né? Não conheço ninguém que tome um remédio para resolver o seu problema de constipação e vá caminhar no parque, você conhece? Então se precisa tomar, não saia de casa! E não posso deixar de dizer que se você apresentar algum sintoma que a sua saúde não esta legal, procure um especialista, não tome medicação por conta própria e quando for fazer qualquer avaliação médica declare todas as medicações que você já tomou, está tomando e o motivo, em especial no exame de obtenção da CNH, Declare tudo, pois ao finalizar qualquer anamnese você assina um termo onde afirma que todas as informações que você assinalou são verdadeiras e mentindo você comete o crime de “prestar declaração falsa”, crime previsto no artigo 299 do código penal brasileiro e a pena pode ser reclusão de um a três anos e multa. Então seja honesto, fale a verdade. Espero que você tenha entendido um pouco da minha história e minha colocação sobre o uso de medicamentos, se você no momento se encontra fazendo algum tratamento observe se os medicamentos que você precisa tomar alteram de alguma forma a sua mobilidade e/ou a condução de um veículo se isso acontece evite, pois se a sua saúde física e mental precisa de uma atenção maior esse momento não e o certo para entrar em contato com todo um mundo lá fora, seja andando ou dirigindo, se trate, melhore e depois volte pra rua, ok? Se precisar de alguma coisa, conte comigo!


Dica de música:


A cura - Lulu Santos


Dica de filme:

Terapia de risco (2013)


Textos em destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts recentes